Há algum tempo resolvi que não deixaria mais o meu aniversário passar em branco. A medida que vamos ficando “menos jovens” temos uma tendência natural ao isolamento. Seja por comodismo, preguiça, ou pelo feitiço que os meios eletrônicos exercem sobre nós, e consomem o nosso tempo. Celular, televisão, computador, jogos eletrônicos, vão aos poucos substituindo nosso círculo social. Cria a falsa sensação de que estamos próximos. Falo com meus filhos e alguns amigos diariamente pelo WhatsApp, ligo pelo FaceTime para ver e falar com meus netos, mas não é a mesma coisa. O contato pessoal, olho no olho, conversa direta, interação, são ingredientes indispensáveis ao nosso equilíbrio emocional. A convivência em grupo acompanha os homens desde os primórdios de sua existência. Estamos mais acostumados a ele, por isso temos grande dificuldade para nos adaptar  aos novos comportamentos que o  progresso traz. Chegará o dia em que ter amigos virtuais será a tônica, mas até lá, nós da geração “cadeira na calçada para um bate papo com os vizinhos” , vamos ter que procurar alternativas de transição, ou correremos o risco de entrar numa espiral depressiva. Resolvi reunir se não todos, pelo menos boa parte dos meus amigos no meu aniversário, para rever a fisionomia  e  relembrar o tom de voz de cada um. Faço na minha casa, num restaurante ou espaço para festas. Tem sido uma experiência extraordinária, temos nos reaproximado muito. Passei a ligar, ao invés de simplesmente mandar mensagens. Ligo para trocar idéias, conversar fiado, comunicar fatos de interesse comum, fazer uma fofocazinha que ninguém é de ferro, convidar para um café. Amizade é como uma planta, precisa de cuidados, de água, fertilizantes para que os frutos venham em abundância, nutrindo e alegrando a alma de todos. A lei da reciprocidade entrou em ação. Os amigos passaram a retribuir meus convites e as reuniões agora são frequentes. Voltei a ter uma vida social que preenche os meus anseios e da minha mulher. Estamos sempre com os amigos por perto novamente. Isso não tem preço, e é um remédio que mesmo em overdose não faz mal a ninguém. Sugiro a quem ler esse texto, que tente também um comportamento parecido pois te fará muito bem, e com certeza a todos os seus amigos reais, não virtuais.

AVP MAIO/20219

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s