Abro a janela e beijo a brisa

Que faz carinho em meu rosto

A minha pele arrepia

Com o frio da madrugada

Ouço o silencio lá fora

Tão forte que me ensurdece

A ave noturna anuncia

Que o dia logo amanhece

Está na hora, vamos à luta

Esta é a rotina do homem

A vida deixa bem claro

Quem não trabalha, não come

Minha prece solitária

Sobe ao céu reivindicando

Força, paz, saúde e sorte

Não só para mim, para todos

Pois todos nós desejamos

Estar mais perto de Deus

É tudo o que precisamos…

 

AVP-29/05/2020

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.