DEIXANDO PARA TRÁS

Na doce manhã de mais um dia

A esperança se renova a cada instante

O mundo recomeça de onde parou

Livrando-se do mal paralisante

Deixa para trás o cais onde atracou

 

A tormenta dá mostras de amainar

Marinheiros já são vistos no convés

Recolhendo as âncoras, soltando as velas

Desatando os nós

Humildes, reverentes, agradecidos

Certos de que nunca estiveram  sós

 

Aos homens cabe a dura tarefa

De recompor a confiança na vida

Que as lições sejam assimiladas

Que as fraquezas agora conhecidas

Os preparem sem soberba ou vaidade

Para cuidar uns dos outros, curar as feridas

E renovar os valores da humanidade…

 

AVP-21/04/2020

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.